View RSS Feed

Remisson Anicet

Poesia

Rate this Entry
Criatura



Que imagem é esta de mulher que me persegue,

vinho suave que - eu sequioso - me embriaga,

que teima em existir por mais que eu negue,

me abraça, me incendeia e logo se apaga?



Ave branca que atravessa meu caminho

e cruel, com seus beijos me amordaça,

me faz enlouquecer com seus carinhos,

depois me abandona esvoaça...



Por que me segues tanto, ó criatura,

vinda de um sonho antigo ou do futuro,

me dás a ilusão de uma ventura

e então me deixas só no quarto escuro?



E assim, abandonado os dias passo,

fechado, longe de tudo, enfadonho,

ansiando pelas noites quando abraço

a doce imagem dela quando sonho.


http://remissonaniceto.bligoo.com

Submit "Poesia" to Digg Submit "Poesia" to del.icio.us Submit "Poesia" to StumbleUpon Submit "Poesia" to Google Submit "Poesia" to Facebook

Tags: None Add / Edit Tags
Categories
Uncategorized

Comments